Duração
5 anos
Tipo de Formação
Bacharelado
Conceito do MEC
04
Mensalidade
R$:990,00

Apresentação do Curso


A Engenharia Agronômica, também conhecida como Agronomia, tem passado por grande valorização nos últimos anos. O Brasil é uma grande força mundial na produção agrícola e de rebanhos cuja área chamada de agronegócios. Diante das cada vez maiores exigências de qualidade e controle dos produtos de origem animal e vegetal no mercado internacional e nacional, o engenheiro agrônomo é indispensável para a conquista do sucesso nas empreitadas.

O curso de Engenharia Agronômica oferecido pela FPM, com duração de 5 anos, estimula o espírito empreendedor, inovador e ousado. Oferecendo, através de uma grade inovadora, voltada para as necessidades acadêmicas e mercadológicas, contendo todos os requisitos necessários para a formação de Engenheiros Agrônomos capazes de utilizar as melhores práticas de gestão, inovação e de responsabilidade socioambiental.

Ele utiliza seus conhecimentos para aumentar a produtividade dos produtos agrícolas, cuidando do controle de pragas ou da renovação da terra, por exemplo. Estuda e aplica melhores métodos de adubação, de irrigação, de produtos que matem micróbios e ervas daninha na lavoura. Opera também ações no sentido da recuperação da terra diante de interferências naturais, como enchentes e erosão, ou do homem – desgaste por não realizar rodízio de plantações.

A FPM - Faculdade Patos de Minas disponibiliza aos acadêmicos deste curso toda a infraestrutura necessária para a formação de profissional Engenheiro Agrônomo que poderá utilizar seus conhecimentos na área para se tornar um profissional diferenciado no mercado.

Professores mestres e doutores, com graduação na área, estão à disposição de todo o alunado e se posicionam como orientadores para os melhores caminhos a serem percorridos pelos futuros profissionais da Agronomia.


Objetivo Geral

O Engenheiro Agrônomo formado na Faculdade Patos de Minas, respeitadas as devidas singularidades, deverá se capaz de:

- Projetar, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;
- Realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e ou/ recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;
- Atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;
- Produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários;
- Participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio;
- Exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;
- Enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.

Políticas de Ensino, Pesquisa e Extensão:

As relações semânticas entre o ensino, a pesquisa e a extensão, num tripé de sustentação, é o que provê a identidade dos cursos superiores desta Instituição. Essas relações devem ser construídas de forma indissociável, de maneira que a atividade fim (ensino, extensão ou pesquisa) seja realizada com competência, eficiência, adequação, responsabilidade e constante processo de atualização e aperfeiçoamento.

Avança-se na questão da interdisciplinaridade, visto que os conhecimentos a serem trabalhados ao longo do curso procuram refletir o atendimento das necessidades dos alunos e ao perfil desejado dos egressos. Uma diretriz a ser norteadora do ensino de todo corpo docente.

Para a efetividade da presente proposta, é imprescindível o engajamento de todos os setores, agentes educativos, comunidade, isto é, de todos os envolvidos com o processo de ensino da Associação Educacional de Patos de Minas.

Os professores da Instituição, em suas atividades de ensino, deverão ser capazes de não apenas transmitir o conhecimento ou sistematizar os conhecimentos, mas aliar essas atividades à pesquisa que vise a construção do saber científico e ao desenvolvimento de projetos de extensão, ligados às suas receptivas áreas de atuação.

BACHARELADO Engenharia Agronômica - Autorização

Portaria Nº 50, de 26 de Janeiro de 2018

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O PPC DO CURSO

Newsletter

Grade Currícular Corpo Docente